quinta-feira, 27 de agosto de 2009

A única solução...

Apostando na renovação da política pela restauração da monarquia, lutemos por este regime...

E assim traduz-se o sentimento de cada monarquista que luta arduamente pela vitória do Brasil, como nação forte e soberana que é.

Por que ser monarquista?


Quem se contenta com a atual situação do povo brasileiro, da política, da sociedade, da educação, da segurança, da saúde, em fim, dos organismos que compõem nossa Pátria? Após tais reflexões, pessoas, dos mais diversos setores da sociedade, cientes das deficiências supracitadas, sabendo da qualificação de nossos Príncipes Herdeiros, da história da Família Imperial Brasileira, conhecendo um pouco da história do Brasil e principalmente conhecendo a capacidade irrestrita do regime monárquico, resolveram buscar a monarquia de volta a Pátria brasileira.

A quem não sabe, foi no regime monárquico, com Dom João VI que o Brasil passou a se desenvolver cultural, social e politicamente. Foi Dom João VI que lançou as bases da imprensa, da segurança, conservação ambiental, da cultura nacional e principalmente começou a ensejar processo de independência brasileira. Processo este que foi efetivado pela bravura do nosso primeiro Imperador, Dom Pedro I. Abdicando de seus direitos o primeiro Imperador, subiu ao Trono Imperial Dom Pedro II, soberano que consolidou o Brasil como potência regional, assegurando a continuidade da extensão continental, e honrando o povo brasileiro como um dos 20 homens mais cultos do século XIX, imperou majestosamente. Sua filha, a Princesa Dona Isabel, nascida para imperar, aboliu a escravidão, num ato histórico que a fez ser intitulada a Redentora. A abolição foi o estopim para o golpe republicano. Os republicanos eram em sua maioria senhores escravocratas da elite, que se sentiram prejudicados pelo fim da mão de obra desabonada. Por estes e por outros motivos é que somos monarquistas. Quanto o Brasil não perdeu com o golpe de 1889?

Sou monarquista, por que foi com a república que adquirimos a instabilidade que nos assola dia-a-dia. Desde 1889 foram inúmeros golpes de Estado, ditaduras que mataram inocentes, feriram a liberdade de imprensa (tão valorizada por Dom João VI e Dom Pedro II), amordaçaram a sociedade com um todo. Na república, corruptos vão e vem. Já tivemos impeachment e mais surripiadores são eleitos para roubar por 4 anos consecutivos e estes são ladrões de luxo: tem a despesas custeadas pelo contribuinte.

Sou monarquista porque só a monarquia traz a verdadeira democracia. Quando, a cada 4 anos somos chamados ditosamente para “eleger democraticamente os representantes populares”, na verdade estamos nos submetendo a um esquema de escolha obrigatória: entre o ruim e o pior. Isto não é democracia, somos chamados a escolher entre 5 ou 6 candidatos, que fazem parte de um grupo [partido político] interessado [na maioria da vezes] em poder e dinheiro. De fato, não podemos escolher qualquer um para governar, como freqüentemente é dito. Temos que escolher um entre uma pequena minoria. Quando um candidato ganha as eleições não é fruto da escolha de todos, pois 50% ou 60% de votos, não representam a vontade geral da população, novamente nos vemos numa falsa democracia, mas mesmo assim temos que aceitá-lo “democraticamente”. E quando nossos lideres não são capacitados para ocupar o cargo e mesmo assim são eleitos? ...mas um problema.

Sou monarquista, porque o herdeiro do Trono é preparado desde o seu nascimento para ocupar sua função (moralmente, eticamente), sendo educado e tendo sua educação com assunto de Estado. Não podemos mais ficar a mercê da república, onde pessoas sem o mínimo de conhecimento básico sobre qualquer coisa continuam sendo eleitos. Um soberano não representa partidos, direita ou esquerda, comunismo ou socialismo, não representa interesses particulares, um Rei ou Imperador representa sim, o seu povo e o seu país. O presidente, diferentemente do monarca, mesmo eleito, continua representando seu partido e grupos de interesse, e mesmo em exercício da função, preparando a sua sucessão no próximo pleito (de exemplo temos a atual situação, vergonhosa).

Apostamos, nós os monarquistas brasileiros, na renovação da política pela restauração da monarquia. Somente com lisura e responsabilidade governamental, pautada logicamente na moralidade, conseguiremos alavancar a nossa evolução, paralisada em 1889.

Dito isto: abandono minha primeira colocação, quando perguntava, Por que ser um monarquista? E pergunto: Por que não ser um monarquista?







Além destas colocações, tem muitas outras, que em breve estarão disponíveis no blog.


Eles estão a nossa disposição: esperando nosso chamado




Seja um monarquista você também.


-----------------------------------------------------


Foto 1: Dom Pedro I, Imperador do Brasil. Arquivo digital pessoal.


Foto 2: Dom Pedro II, Imperador do Brasil. Arquivo digital pessoal.


Foto 3: Dona Isabel, a Redentora. Arquivo digital pessoal.


Foto 4: Dom Luiz Maria, Herdeiro do Trono. Arquivo digital pessoal.


Foto 5: Dom Pedro Henrique, Herdeiro do Trono. Arquivo digital pessoal.


Foto 6: Os Herdeiros do Trono Imperial do Brasil. Arquivo da Casa Imperial do Brasil. Arquivo digital pessoal.

0 comentários :

ATENÇÃO


Em caso de cópia do material exposto: considerando a lei 9610/98, o plágio é crime. As obras literárias e fotográficas existentes neste espaço são de uso exclusivo do Blog Monarquia Já. Ao copiar qualquer artigo, texto, fotografia ou assemelhado, o Blog Monarquia Já deve, obrigatoriamente, ser citado.

Contador de visitas mundial


contador gratis

Contador de visitas diárias


contador gratis

  © Blogger template 'Isfahan' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP