segunda-feira, 16 de maio de 2011

FUNERAL DA SENHORA DONA MARIA, (DE JURE) IMPERATRIZ MÃE DO BRASIL: DEPOIMENTO DE UM MONARQUISTA

Transcrevemos abaixo um relato de autoria do amigo Jean Menezes do Carmo que esteve em Vassouras para o funeral de S.A.I.R. a Princesa Senhora Dona Maria:  

“O que se viu no enterro da Princesa Mãe Dona Maria da Baviera de Orleans e Bragança, foi um carinho e amor enormes... As filhas, noras e netas todas empenhadas em preparar o altar da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, para torná-lo mais belo, e que ficou repleto de coroas de flores de muitos amigos da Família Imperial. Se durante a vida a Princesa Dona Maria não teve uma coroa para cingir, teve muitas coroas de amizades verdadeiras, os filhos todos presentes, exceto pelo primogênito Príncipe Dom Luiz de Orleans e Bragança, que se encontra muito doente em São Paulo. Da Europa vieram as filhas, Dona Eleonora, Princesa de Ligne e Dona Maria Thereza, Sra. Hessel de Jong. O celebrante da Missa de corpo presente foi o primo - Príncipe - Padre Alessandro de Bourbon, vindo de São Paulo, que destacou na homilia, as qualidades da prima - Princesa falecida, e lembrou as palavras da Princesa Dona Maria ‘O importante é doar -se  para os outros’. Depois os filhos homens carregaram o caixão da mãe para o carro que levou-a para o Cemitério da Irmandade de Nossa Senhora da Conceição, onde foi testemunhada forte emoção e as enfermeiras que ao longo dos sete anos de sofrimento da Princesa, mostraram uma emoção desmedida, depositando rosas brancas sobre o caixão antes de ser lacrado o túmulo sob copioso choro de todos os presentes.... Depois o mesmo jazigo ficou irreconhecível,pois eram tantas as flores a cobri-lo que desapareceu das vistas presentes. No adro da Igreja, o Príncipe Dom Pedro de Alcântara lembrou com saudosismo de uma época em que moraram em uma espaçosa casa,na Praça Sebastião de Lacerda, número 4, atrás da Matriz, que lhes foi emprestada pela amiga dona Lily Marinho, na década de 60, até que as obras no Sítio Santa Maria fossem concluídas na época. Disse que foram os melhores momentos de sua vida e de sua Família. E disse também que não só ele mais todos os irmãos querem ser enterrados em Vassouras.... O Príncipe Dom Eudes disse que não ia a Vassouras há exatos 30 anos, desde a morte do Pai - Príncipe Dom Pedro Henrique. Depois do enterro a Família Imperial se reuniu para um almoço no Sítio Santa Maria. E o Príncipe Dom Bertrand comunicou aos numerosos monarquistas presentes que o ‘Encontro Monárquico’ deste ano em junho foi cancelado, devido ao luto Familiar pela Princesa Dona Maria, desde já de saudosa memória...”

0 comentários :

ATENÇÃO


Em caso de cópia do material exposto: considerando a lei 9610/98, o plágio é crime. As obras literárias e fotográficas existentes neste espaço são de uso exclusivo do Blog Monarquia Já. Ao copiar qualquer artigo, texto, fotografia ou assemelhado, o Blog Monarquia Já deve, obrigatoriamente, ser citado.

Contador de visitas mundial


contador gratis

Contador de visitas diárias


contador gratis

  © Blogger template 'Isfahan' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP