domingo, 13 de dezembro de 2015

Homenagens aos 190 anos de nascimento de Dom Pedro II

Dom Pedro II, Imperador do Brasil


No dia 5 de dezembro de 2015, marcando a abertura do Ano da Misericórdia e em Ação de Graças pelos 190 anos de nascimento do Imperador Dom Pedro II, o Bispo da Diocese de Petrópolis, S.Exª.Revma. Dom Gregório Paixão, OSB, celebrou Santa Missa solene na Catedral de São Pedro de Alcântara.

Diante do templo lotado, com as presenças de Dom Manuel e Dona Maria Cristina de Orleans e Bragança, primos do Chefe da Casa Imperial do Brasil, o Príncipe Dom Luiz, bem como do diretor do Museu Imperial, Mauricio Vicente Ferreira Junior, e de membros dos Círculos Monárquicos de Juiz de Fora, Minas Gerias e Rio de Janeiro, Dom Gregório relembrou, em sua homilia, a importância dos jubileus comemorados pela Igreja, bem como dos sacramentos ministrados neste período, bem como as condições especificas para que as indulgências plenárias sejam alcançadas. O Bispo registrou também o exemplo de homem, pai, cristão e governante que foi o Imperador Dom Pedro II. Segundo ele, “é importante destacar que Dom Pedro II sempre se alimentou da hóstia consagrada, presença viva de Cristo e quando recebeu a carta, lhe avisando da proclamação da república, o Imperador estava saindo da missa na antiga Igreja Matriz”.

Depois da celebração, os fieis puderam acompanhar um ato em homenagem aos 190 anos de nascimento de Dom Pedro II, que ocorreu junto ao Mausoléu da Família Imperial. O Presidente do Instituto Histórico de Petrópolis, Dr. Luiz Carlos Gomes, fez um discurso que enalteceu a vida e obra do Maior dos Brasileiros. O Príncipe Dom Manuel também discursou, desejando “que o Espírito Patriótico do Imperador Dom Pedro II seja guia do Homem Público Brasileiro. Mas que, sobretudo, o Amor ao Brasil, característica fundamental da vida de Dom Pedro II, seja a meta de todo cidadão Brasileiro”.


O Círculo Monárquico de Juiz de Fora, durante o ato, fez a entrega do “Testamento politico de Dom Pedro II”, publicado no Blog Monarquia Já, e seus membros depositaram flores diante dos esquifes do Imperador e da Imperatriz Dona Teresa Cristina.

Procissão de entrada acompanhada pela população e por  Dom Manuel e Dona Maria Cristina de Orleans e Bragança, primos do Chefe da Casa Imperial do Brasil, o Príncipe Dom Luiz, bem como do diretor do Museu Imperial, Mauricio Vicente Ferreira Junior
Imagem: Diocese de Petrópolis

Dom Gregório Paixão, Bispo de Petrópolis abre a Porta Santa da Catedral de São Pedro de Alcântara
Image; Diocese de Petrópolis 


Procissão de entrada
Imagem: Diocese de Petrópolis

A banda do 32º Batalhão de Infantaria Leve Dom Pedro II executa o Hino Nacional como honras ao maior estadista do Brasil. A comissão de frente traz um quadro inédito do Imperador com a farda de Comandante-em-Chefe das Forças Armadas brasileiras
Imagem: Diocese de Petrópolis

A Catedral lotada. Ocupam os primeiros bancos o diretor do Museu Imperial, Maurício Vicente Ferreira Junior e os Príncipes Dom Manuel e Dona Maria Cristina
Imagem: Diocese de Petrópolis

Imagens exclusivas do Blog Monarquia Já: 

A comitiva do Círculo Monárquico de Juiz de Fora, Dr. Tadeu Mourão Zanini, o escritor Wanderley Luiz de Oliveira, Profª Maria Helena de Oliveira, o soldado do Batalhão Dom Pedro II guardando o quadro do Imperador Magnânimo, de propriedade do Batalhão Dom Pedro II, o vice - chanceler do Círculo Monárquico de Juiz de Fora, Jean Menezes do Carmo e Rômulo Marcos dos Santos

No Mausoléu Imperial discurso do Presidente do Instituto Histórico de Petrópolis, Dr. Luiz Carlos Gomes, sendo ouvido atentamente por Dom Gregório Paixão, OSB, Bispo Diocesano de Petrópolis, e pelos Príncipes Dona Cristina de Orleans e Bragança e Dom Manoel de Orleans e Bragança

Representando o Círculo Monárquico de Belo Horizonte e o Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais, o Dr. Wolmar Olympio Nogueira Borges, decano dos Monarquistas Mineiros, a Profa. Cenilde Loch Vieira da Cunha, viúva do eminente Monarquista e Genealogista Dr. Ruy Vieira da Cunha, e a Princesa Dona Cristina de Orleans e Bragança

O Vice Chanceler do Círculo Monárquico de Juiz de Fora, Jean Menezes do Carmo, Profª Maria Helena de Oliveira, Wanderley Luiz de Oliveira, Princesa Dona Cristina de Orleans e Bragança e o irmão, o Príncipe Dom Manoel de Orleans e Bragança

A excelente Banda do Batalhão Dom Pedro II,que emocionou a todos os presentes,com o Hino Nacional Brasileiro executado diante do Túmulo do Maior dos Brasileiros, Sua Majestade o Senhor Dom Pedro II, Defensor Perpétuo do Brasil

As flores depositadas pelo Círculo Monárquico de Juiz de Fora, no túmulo do Imperador Dom Pedro II e da Imperatriz Dona Teresa Cristina



No Rio de Janeiro, antiga capital do Império, o Círculo Monárquico realizou sessão homenageando o Imperador. O vídeo com o discurso sobre a data, feito pelo Príncipe Dom Antonio de Orleans e Bragança, pode ser visto na página da Associação Causa Imperial no Facebook, em https://pt-br.facebook.com/CausaImperial

0 comentários :

ATENÇÃO


Em caso de cópia do material exposto: considerando a lei 9610/98, o plágio é crime. As obras literárias e fotográficas existentes neste espaço são de uso exclusivo do Blog Monarquia Já. Ao copiar qualquer artigo, texto, fotografia ou assemelhado, o Blog Monarquia Já deve, obrigatoriamente, ser citado.

Contador de visitas mundial


contador gratis

Contador de visitas diárias


contador gratis

  © Blogger template 'Isfahan' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP