sábado, 31 de agosto de 2013

MUORE LA CONTESSA FORMENTINI, PARACADUTISTA BREVETTATA DALL' ANPDI DI GORIZIA

Em italiano por Gongedadi Flogori | Tradução do Blog Monarquia Já

Aeroporto de Treviso Sant'Angelo, 1961: Dona Alice
foi pioneira nos esportes, sobretudo no salto de paraquedas
Foto: Associazone Culturale 4º Stormo
 
 
GORIZIA: faleceu na noite de 29 de agosto de 2013, a Condessa Alice Formentini, esposa do advogado Miguel.

Em 26 de março de 1961, a Condessa Formentini foi a primeira mulher paraquedista a saltar no Aeroporto de Treviso Sant’Angelo no Fairchild C- 119. No mesmo curso estava o goriziano Fabio Vezil, Antonio Piovesan, Dario Martini, Giorgio Fischanger e Luciano Medeot acompanhados pelos especialistas Franco Rapozzi, Giuseppe Parise, Ugo Furlani , Luciano Scarel e Severino Bertocco. Sempre nesta data, é organizado o Dia do Voo de Gorizia (Giornata dell' Ala). 

Nos anos seguintes, teve filhos e começou a se dedicar ao esporte de tiro ao arco, ficando em segundo lugar em competições nacionais. Ela nasceu no Castelo em Schladming, na Styria, a 07 de junho de 1936, era filha do Barão Lamoral Taxis-Bordogna-Valnigra, de Trento, e da Princesa Teresa de Saxe-Coburgo. 

Sua mãe estava na linha de sucessão ao Trono Imperial do Brasil e, por isso, passou a usar – por iniciativa e reivindicação dos irmãos – o sobrenome Tasso de Saxe Coburgo e Bragança.  Alguns anos mais tarde, ela se mudou para Villazzano de Trento, onde passou sua infância, assumindo também o sobrenome italiano do pai. 

Após completar seus estudos na Inglaterra, onde se formou em Inglês na Universidade de Oxford, e onde teve a oportunidade de conviver na Corte, sendo prima da Rainha Elizabeth, casou-se em Trento em 1956, na capela da Família, com o Conde Miguel Formentini, recém- formado em Direito. Começou assim para a jovem "Lissy" (como era chamada pela família e amigos), bisneta de Dom Pedro, último Imperador do Brasil, neta, por parte de mãe, de uma Arquiduquesa da Áustria, uma nova vida entre Gorizia e San Floriano del Collio. Nasceu Leonardo, o primeiro filho (1956), em seguida Isabella (1954) e Filippo (1964). Enquanto isso, seu marido, paralelamente à profissão de advogado, restaurou o Castelo da Família e iniciou a produção de vinhos. Além disso, se dedicava a equitação desde a infância e cultivou essa paixão até poucos anos atrás. Durante várias décadas, geriu o Centro Gastronômico no Castelo Formentini, enquanto o marido a homenageou com a criação de uma linha de vinhos com a marca "Taxis", por ocasião dos 500 anos do serviço postal criado por seus antepassados.

Deixa o marido, filhos e inúmeros netos, que vivem na Itália e no exterior. O funeral será realizado segunda-feira, às 17h, na Igreja de San Floriano del Collio.

0 comentários :

ATENÇÃO


Em caso de cópia do material exposto: considerando a lei 9610/98, o plágio é crime. As obras literárias e fotográficas existentes neste espaço são de uso exclusivo do Blog Monarquia Já. Ao copiar qualquer artigo, texto, fotografia ou assemelhado, o Blog Monarquia Já deve, obrigatoriamente, ser citado.

Contador de visitas mundial


contador gratis

Contador de visitas diárias


contador gratis

  © Blogger template 'Isfahan' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP